Tudo interligado: Plano nacional de Internet das Coisas terá versão preliminar em fevereiro

No final deste mês, representantes do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), sob a gestão de Gilberto Kassab, vão embarcar para Barcelona, na Espanha, para divulgar o Plano Nacional de Internet das Coisas durante o Mobile World Congress (MWC), considerado o mais importante evento de tecnologias móveis do mundo.

Fontes ouvidas pelo jornal O Estado de S. Paulo consideram a apresentação do plano prematura. “Eles deveriam consultar mais o setor antes de lançar o plano”, disse uma fonte. “Para essa primeira versão, eles devem estar se baseando em estudos internacionais.”

Segundo apurou o jornal, as críticas são feitas porque o plano vai ser anunciado pouco mais de dois meses da assinatura de um acordo do Ministério com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Em conjunto, eles contrataram um consórcio – formado pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), pela consultoria McKinsey Brasil e pelo escritório Pereira Neto/Macedo Advogados – para fazer uma ampla pesquisa a respeito do tema. O estudo, que vai custar R$ 17,5 milhões, deveria ser a base para o plano nacional.

Confira a matéria completa aqui.

Avalie este post!